terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Poder invisível e egoísta no governo brasileiro

Um poder invisível aumentou no governo, os segredos(arquivados por mais de cem anos) que está acontecendo em vários níveis, Cadê o roubo de trilhões do BNDES? E os juros trilionários (mensais) da dívida pública? que dívida é essa? aonde foi parar os tributos pagos pelo povo mensalmente? E os encargos sociais recolhidos mensalmente do trabalhador? e os tributos, encargos, recolhidos pelos empresários mensalmente? Quando estamos falando sobre o governo, estamos também falando de enormes corporações que ditam a política do próprio governo, (aquelas que não recolhem os tributos, encargos, e os governantes cumprindo o secreto se calam) Nós não vivemos em uma democracia, vivemos em uma “corporatocracia”, onde as grandes corporações e SEUS INTERESSES CORPORATIVOS (venda de armas e desenvolvimento de tecnologia em projetos secretos) estão acima do governo e dos interesses do povo da nação, e os bancos estão acima deles, o orçamento negro é o auge do sigilo do governo. A pequena elite de poderosos banqueiros internacionais praticamente administra o governo para seus propósitos e interesses egoístas. Assim, não adianta alimentarmos a ilusão que votaremos ou elegeremos o 'NOSSO" candidato porque será eleito aquele indivíduo que essa "corporatocracia" escolher.
A imagem pode conter: texto
Nenhum texto alternativo automático disponível.
os vazamentos de Edward Snowden foram os primeiros a PROVAR a existência de operações clandestinas de orçamento negro no mundo convencional.
“Existe um governo sombrio com sua própria Força Aérea?, sua própria Marinha?, seus próprio mecanismo de angariação de fundos?  e a capacidade de perseguir suas próprias idéias de interesse nacional?, livres de todos os mecanismos e contrapesos de auditoria e livres de cumprir a própria lei ?“.
Muito mais está acontecendo nesta área, que vai muito além da vigilância, e o orçamento negro é basicamente o guarda-chuva da vigilância e outros programas 
que não são conhecidos pela sociedade civil, pela humanidade.
 a ciência está se transformando é informação que foi manipulada e distorcida por causa dos grandes interesses corporativos. Os cientistas hoje são amordaçados, pagos, ameaçados e, em muitos casos, completamente enganados, quando não eliminados (caso se rebelem) resultando em uma abundância de pesquisas fraudulentas. “A profissão médica está sendo comprada pela indústria farmacêutica, não só em termos de prática de medicina, mas também em termos de ensino e pesquisa. As instituições acadêmicas deste país estão se permitindo serem os agentes remunerados da indústria farmacêutica. Grande parte da literatura científica, talvez metade, pode simplesmente ser falsa. “Não é mais possível acreditar em grande parte da pesquisa clínica que é publicada, ou confiar no julgamento de médicos confiáveis ​​ou diretrizes médicas autorizadas". “Há uma preocupação cada vez maior de que a maioria dos achados de pesquisa publicados são falsos”. Não é só no campo da medicina, pense em toda a ciência e novas tecnologias desenvolvidas e mantidas em segredo, suprimida no mundo do orçamento negro. Estamos falando de todos os assuntos, da engenharia à física quântica.
Notas:
http://exopolitics.org/the-secret-navy-behind-the-ballistic-missile-attack-on-hawaii/
http://www.forte.jor.br/2016/03/18/comandante-do-exercito-brasileiro-chama-de-lamentavel-clamor-por-intervencao-militar/
https://www.barrypopik.com/index.php/new_york_city/entry/the_real_menace_to_our_republic_is_the_invisible_government
https://www.gpo.gov/fdsys/pkg/GPO-CDOC-105sdoc2/content-detail.html
https://www.youtube.com/watch?v=EbFphX5zb8w
https://www.youtube.com/watch?v=FGGdguh6d9c
http://www.thelancet.com/pdfs/journals/lancet/PIIS0140-6736%2815%2960696-1.pdf
http://www.viomundo.com.br/denuncias/adriane-fugh-berman-industria-farmaceutica-expande-diagnosticos-e-inventa-novas-doencas-para-vender-remedios.html
https://thoth3126.com.br/cinco-teorias-da-conspiracao-que-provaram-ser-realidade/

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Interromper a expansão da área cultivável; verde como a nova cor do comunismo

CO2: Brasil não cumpre o impossível,
mas ambientalistas querem mais e pior!

Inútil: John Kerry, Secretário de Estado da administração Obama assina demagogicamente o Acordo de Paris. O presidente Trump anulou tudo.
Inútil: John Kerry, Secretário de Estado da administração Obama
assina demagogicamente o Acordo de Paris. O presidente Trump anulou tudo.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs








O Brasil está longe de cumprir as metas climáticas que impôs a si mesmo no âmbito do Acordo de Paris e caminha na contramão das políticas climáticas implementadas na era petista, reconheceu a‘Folha de S.Paulo’.

Em Paris, a então presidente Dilma Rousseff prometeu demagogicamente que o País reduziria em 37% as emissões de CO2 – o bicho papão do aquecimentismo climático – até 2025.

Mas essas subiram 8,9% só em 2016 tornando ainda mais inverossímil a espalhafatosa meta. Isso obviamente preocupa às organizações e militantes verde-vermelhos que agitam o inexistente fantasma das “mudanças climáticas”.

Eles exigem mais rigor estatista para estrangular mais o País implementando a irreal agenda ambiental prometida em Paris.

Neste blog tivemos repetidas ocasiões de mostrar que a meta apresentada pela heroína climática petista era uma fantasia irrealizável.

Porém, ela escondia um objetivo encravado no coração petista: arruinar o Brasil paralisando sua indústria e seu agronegócio para “salvar o planeta”. Isso deveria levar a um miserabilismo de tipo cubano.

Reprimir as emissões de CO2, o gás da vida, não influiria nada no clima, como foi de mostrado pelos melhores cientistas do País na matéria. Veja embaixo por exemplo as declarações do Prof. Luiz Carlos Baldicero Molion, lá em 2010!, sobre o assunto.

Acresce que para atingir a fabulosa proporção de - 37%, as esquerdas e os ainda mais radicais militantes ambientalistas sonhavam com medidas socialistas ditatoriais.

Essas deviam interromper a expansão da área cultivável – e se possível reverte-la – ferir o coração energético da atividade industrial e condenar os cidadãos a andar só de transporte público – dono de carro seria tido como bandido – e idealmente passar à bicicleta como na China de Mao Tsé Tung.

O gado é indiciado como mais um culpado do aquecimento global!!! Metas do acordo de Paris são absurdas
O gado é indiciado como mais um culpado do aquecimento global!!!
Metas do acordo de Paris são absurdas
Ou, ainda mais virtuosamente se adaptar a uma choça indígena primitiva para evitar o aquecimento que transformaria a Terra num planeta ardente e desértico.

Hoje figuras emblemáticas do PT e de seu esquema de corrupção estão às voltas com a Justiça.

E, no âmbito internacional, a saída dos EUA do ruinoso acordo parisiense jogou uma paulada de cal nele.

Se os EUA ficam de fora, muitos outros países já deixaram entender que não levarão a sério o que assinaram. O Acordo de Paris ficará tão oco como o Protocolo de Kyoto que pretendia substituir.

A vida normal falou: a meta ideologicamente enviesada é inatingível e a emissão de gás da vida aumentou naturalmente em 8,9%.

Mas a confraria ecolo-anarquista parece cega. Em vez de sossegar e criar juízo volta à carga com mais propostas no sentido do acordo hoje semi-morto.

Esperneiam contra a medida provisória 795 em andamento no Legislativo, que concede incentivos fiscais ao setor de óleo e gás, máximo demônio capitalista emissor de CO2 no mundo

Para Viviane Romeiro, do WRI (World Resources Institute) o Plano Decenal de Energia (PDE) mostra que o governo brasileiro desconhece as agendas de clima. E isto, na linguagem da confraria verde, é crime contra o planeta.

Segundo ela, o Brasil não só não cumpre o que prometeu no Acordo de Paris, mas nem mesmo as promessas anteriores previstas na Política Nacional de Mudança do Clima.

Repetimos: são impossíveis de serem cumpridas porque ideologicamente enviesadas e contrárias à natureza.

Ativistas profissionais tentaram sem resultado reverter a frustração da COP23 em Bonn. Fanatismo ecolo-comunista não pretende abandonar exigências insensatas.
Ativistas profissionais tentaram sem resultado reverter a frustração da COP23 em Bonn.
Fanatismo ecolo-comunista não pretende abandonar exigências insensatas.
O WRI pede uma montanha faraônica de reformas para enforcar os satanizados emissores de CO2, e enforca-los para sempre.

Nesse sentido, há burocracia e mais burocracia que ainda não saiu do papel, deplora o WRI.

Toda espécie de instrumentos financeiros, comitês interministeriais, Fundos, Programas e Planos, reforma agrária de cunho ecológico e miserabilista aguarda uma faraônica concretização.

Tudo, em poucas palavras, para sepultar embaixo de uma pirâmide de controles a todos e cada um dos brasileiros.

Desde as altas finanças até o camponês em contato com a terra, passando sem perdoar pelos aspectos mais miúdos da vida quotidiana.

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, espalha otimismo sobre os “avanços” obtidos na COP-23 do Clima embora tenha sido realizada em Bonn em novembro de 2017 num clima de frustração pela ausência dos EUA.

Enquanto o ministro discursava no evento, foi aprovado o PLANAVEG, que prevê restaurar 12 milhões de hectares de florestas. Leia-se tirá-las da civilização.
https://www.youtube.com/watch?time_continue=5&v=9n35BcGny30

CO2 e mudança climática: mitos refutados -Molion

https://ecologia-clima-aquecimento.blogspot.com.br/2018/01/co2-brasil-nao-cumpre-o-impossivel-mas.html

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Sargento do Exército preso pela PRF e Polícia Civil, traficando armas, munições e drogas

Na Boléia - PRF prende Sargento do exercito contrabandeando armas em veiculo oficial
Apreensão é resultado de uma ação conjunta entre PRF e Polícia Civil do Rio de Janeiro. Armamento foi encontrado com segundo sargento do Exército, preso em flagrante.
A ação também faz parte da operação Égide, que reforça o policiamento nas rodovias federais do estado.
O suspeito é militar da ativa do Exército Brasileiro (ver nota do EB abaixo) e dirigia um veículo clonado, com as mesmas características de uma viatura oficial, para ludibriar a ação dos agentes e tentar chegar até a região Metropolitana do Rio.
O infrator, ainda, apresentou identidade funcional e intimidou os policiais dizendo que estava a serviço militar. Em seguida, os policiais rodoviários federais iniciaram buscas pelo veículo e encontraram os materiais ilegais escondidos por diversas partes do carro.
Apreensão  efetuada na tarde de quinta-feira (18JAN2018), é resultado de uma ação conjunta entre PRF e Polícia Civil do Rio de Janeiro. Armamento foi encontrado com segundo sargento do Exército, preso em flagrante Policiais rodoviários federais e policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DESARME) apreenderam:
- 19 fuzis;
- 41 pistolas Glock;
- 8.000 munições;
- diversos carregadores, e,
- 54 tabletes de pasta base de cocaína.
A ação policial ocorreu na divisa entre os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo, através de levantamento de dados dos serviços de inteligência da PRF e do Exército Brasileiro com o apoio da DESARME. Os policiais conseguiram abordar o veículo suspeito e prender em flagrante o homem de 40 anos que vinha da cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná.
À tarde fui informado da prisão de um militar do @exercitooficial por posse de armas e drogas. Ocorreu na Via DUTRA-RJ, sendo efetivada pela PRF e PCRJ. Reprovo veementemente o ato criminoso deste militar e agiremos com firmeza para elucidação do fato e punição do infrator.
— General Villas Boas (@Gen_VillasBoas) 18 de janeiro de 2018

Ministério da Defesa
Comando do Exército
Centro de Comunicação Social do Exército
NOTA À IMPRENSA

A respeito da ocorrência policial envolvendo militar do Exército na rodovia Presidente Dutra, o Centro de Comunicação Social do Exército informa que:

1. No dia 18 Jan 2018, o 2º Sargento Renato Borges Maciel, lotado no 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado (34º BI Mec), sediado em Foz do Iguaçu/PR, foi preso na divisa entre os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo, em posse de substância entorpecente e armas de fogo não pertencentes à Instituição, como resultado de levantamento de dados dos Serviços de Inteligência do Exército Brasileiro, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Civil/RJ.

2. Será instaurado um Processo Administrativo para a apuração de todos os fatos e responsabilidades. O Exército Brasileiro enaltece a atuação sinérgica das Forças de Segurança Pública e coloca-se à disposição para apoiar as investigações na busca do rigoroso esclarecimento das circunstâncias que envolveram a ocorrência policial.

3. O Exército Brasileiro não admite atos dessa natureza, que ferem os princípios e valores cultuados pela Força Terrestre.

Brasília-DF, 18 de janeiro de 2018.


— PRF Brasil (@PRFBrasil) January 18, 2018


quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Com Sarney Filho ministro do 1/2 ambiente,Temer "vende" 3 milhões de hectares da Amazônia por US$ 60 milhões -

Governo brasileiro "vende" 3 milhões de hectares da Amazônia por US$ 60 milhões

24303638717_b5c9c5e26c_k.jpg
Diretor do Banco Mundial, Martin Raiser, e o Ministro do ½ Ambiente, Sarney Filho, assinam acordo que prevê repasse de UU$ 60 milhões em troca da criação de 3 milhões de hectares de novas Unidades de Conservação na Amazônia interligando três paises. Foto: Gilberto Soares/MMA

R$ 60 por um hectare da Amazônia. Foi o preço acertado pelo Ministro do ½ Ambiente, Sarney Filho, com o Banco Mundial e duas ONGs por 3 milhões de hectares na Amazônia. O acerto foi feito e assinado no dia 19 de dezembro. O Banco Mundial, a ONG brasileira FunBio e a ONG internacional Conservation Internacional (CI) "investirão" no Brasil US$ 60 milhões do Global Environment Facility (GEF) em troca da criação de 3 milhões de hectares de novas Unidades de Conservação na Amazônia nos próximos cinco anos.

O projeto é mesmo conhecido como Triplo A, uma grande armação internacional para criar um corredor de áreas protegidas e soberania relativa na calha norte do Rio Amazonas lingando o Pacífico ao Atlântico. O corredor Triplo A sofreu grande oposição das forças armadas brasileiras e foi rebatizado de "Projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia". 
Triplo-A-mapa-To-no-Cosmos.png
Corredor Triplo A prevê a interligação de áreas protegidas e terras indígenas de desfazendo as fronteiras internacionais

Sarney Filho, o Banco Mundial e as ONGs querem suar os dólares do GEF-CERRADO para melhorar a governança das unidades de conservação na Amazônia brasileira. Segundo o ministério do ½ Ambiente, que coordenará e definirá as ações do projeto, a parceira apoiará o Programa de Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) e que já transformou mais de 60 milhões de hectares em unidades de conservação na região. R$ 60,00 O HECTARE!!!
VENDILHÕES DA PÁTRIA!!! ESTAVA DEMORANDO PARA COMEÇAREM A ENTREGAR NOSSO RIQUÍSSIMO TERRITÓRIO PARA OS GRUPOS INTERNACIONAIS E A TROCO DE ???...

"Grande Caribe": "corredor ecológico" a geopolítica ameaça à Amazônia e à integração da América do Sul via Calha Norte


ENTENDA POVO BRASILEIRO QUEM ESTÁ POR DETRÁS DESSES POLÍTICOS ENTREGUISTAS SAQUEANDO O BRASIL. 

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Supressão da Igreja Católica na década de 20, por ordens do Presidente franco-maçom-nazi Plutarco Elias Calles, também em 2018!

Os franco-maçons que defendem a liberdade e a tolerância (para sua própria ruína), não querem que você saiba a respeito da resistência armada a sua tirania.
Quando, de 1934 a 1937, uma nova Cristiada foi lançada, Pio XI deixou o episcopado mexicano excomungar os Cristeros(cristãos) e então esperou até que eles fossem todos mortos antes de ousar escrever (em sua Carta ao Episcopado Mexicano, 1937):
 Plutarco Elías Calles en el centro de una Logia Masona:
Em 1924, Plutarco Elias Calles se tornou Presidente do México. Pela sua descendência de judeus espanhóis, um maçom de grau 33, "a Igreja é a única causa de todas as desgraças do México." Para ele, também, a igreja tinha que desaparecer. [Ele era um instrumento dos banqueiros cabalistas, mestres da economia mexicana em 1914: Rockefeller (indústria de borracha), Goblentz (indústria têxtil), Guggenheim (jazidas), Hearst (apelido Hirsch) que possuía 3 milhões acres, e o banco Kuhn, Loeb & Co Sob a liderança de Jacob H. Schiff, que mantinha estreita colaboração com os Rothschilds na Europa, que financiou o judeu e maçom Lênin.]
Pero este tipo de temas no se habla porque la iglesia y el gobierno lo ocultan y la mayoría de los cristeros eran gente muy campesina que no tenían pleno conocimiento de lo que sucedía en el interior del Vaticano. Documentos revelados por la CIA que demuestran y explican la conexión e infiltración de la Alemania Nazi y del Fascismo de Mussolini en las élites de México.

“Quando o poder se eleva contra a justiça e a verdade... não se pode ver como alguém condenaria os cidadãos que unidos para defender a nação e a si mesmos – mesmo pelo uso das armas – contra aqueles que, por meios do poder do Estado, planeja sua desgraça.”

Odeie a Igreja, o Cristianismo e o Evangelho, a 
Nova Ordem Mundial da elite dos banqueiros internacionais, agradece.
2018: Bolívia, Evo Morales,  instaura o Novo Código do Sistema Criminal. Um dos artigos dessa proposta, prevê prisão de 7 a 12 anos para quem recrutar pessoas para organizações religiosas e cultos.
Resultado de imagem para Maduro e o Papa
2018: Arcebispo de Barquisimeto, na Venezuela, foi preso por ordens do ditador comunista Nicolas Maduro. O motivo da prisão foi uma homilia proferida pelo bispo na ocasião das celebrações da Divina Pastora. O caso é grave. Esperamos um pronunciamento da Santa Sé (o que esperar de francisco?).

2018: no Mundo, assassinato dos cristãos nas igrejas
Foto do fuzilamento do padre Francisco Vera em Jalisco, 1927.

Estiveram o assassinato de padres e a destruição de igrejas confinadas à Rússia Judaico-Maçônica (Bolchevique)? Não. (1)

Na década de 20, centenas de padres foram torturados e assassinados no México quando o Presidente franco-maçom Plutarco Elias Calles ordenou a supressão da Igreja Católica. "Pela Glória Maior" (2) um filme soberbo liberados ano passado, hoje disponível em Netflix, documenta o levante dos Cristeros, onde milhares de Cristãos pegaram em armas contra o Governo do México e forçaram-no a ceder. A rebelião, de 1926-1929, demandou 57.000 soldados do governo e 30.000 “insurgentes” Cristeros, a maior parte civis.

Nunca ouviu falar dessa rebelião? Nem os Mexicanos. Os franco-maçons que defendem a liberdade e a tolerância (para sua própria ruína), não querem que você saiba a respeito da resistência armada a sua tirania. De acordo com o historiador Ruben Quezada (3), "Ainda na década de 80 era difícil encontrar um único livro que mencionava algo substancial a respeito da Cristiada. Se era mencionada, se dava usualmente não mais que uma única sentença na biografia do Presidente Calles. Os sistemas escolares não incluíram a Cristiada como parte de sua história de forma que as gerações futuras perdessem logo qualquer conhecimento dela... Há mais liberdade da imprensa hoje, e um grande volume de histórias não contadas a respeito da Cristiada – testemunhos e imagens que eram ilegais imprimir ou publicar por muitos anos – finalmente estão emergindo. Há literalmente milhares de testemunhos vindo à lume revelando uma história inspiradora que ficou escondida por décadas sob uma sombra escura de medo e negação."

Resultado de imagem para Obama usou o dinheiro de impostos de Cristãos Americanos para matar Cristãos Sírios.
Cristãos americanos (4) estão enfrentando perseguição do governo judaico-maçônico de Barack Obama. Eles podem obter inspiração dessa história que define a verdadeira natureza oculta da tirania que escraviza a humanidade. Ele usou dinheiro americano para financiar os rebeldes contra Bashar Al Assad e exterminar os Cristãos. Obama usou o dinheiro de impostos de Cristãos Americanos para matar Cristãos Sírios.
-------------------------------------

O Levante Católico no México no Século XX.
por Olivier Lelibre


(Resumido por http://henrymakow.com/2013/05/Armed%20Resistance-to-Judeo-Masonic-Tyranny%20.html)

1926
El presidente Plutarco Elías Calles
lanza su decreto llamado “Ley de
calles”, donde se le quitaron
derechos a la igle...     
Proibição de culto católico. O cartaz do santuário anuncia: "Ele não está aqui." 
Plutarco Elías Calles (Nasceu em 25 de setembro de 1877, Guaymas, México e faleceu em 19 de outubro de 1945, Cidade do México, México) foi presidente do México entre 1924 e 1948 e fundador do Partido Nacional Revolucionário antecessor do Partido Revolucionário Institucional. Guerra dos Cristeros do México (também chamada de “Cristiada”) foi um conflito armado entre os fiéis católicos e o governo do México sobre o direito à liberdade religiosa de 1926 até 1929.

Em 1926, o presidente e sua camarilha lançaram uma nova ofensiva que desejavam fosse definitiva: "Agora deve haver uma revolução psicológica", declarou Calles."Nós devemos penetrar e nos apoderarmos das mentes das crianças e da juventude porque eles devem pertencer à revolução."

As escolas católicas foram fechadas, as congregações expulsas, os sindicatos cristãos proibidos, numerosas igrejas confiscadas e profanadas (transformadas em estábulos ou refeitórios) ou destruídas. A presença na escola pública se tornou obrigatória, o ateísmo era oficialmente ensinado, e as insígnias religiosas (medalhas, crucifixos, estátuas e quadros) foram proibidos mesmo em casa. Deus era caçado até na linguagem! O uso de tais expressões como “Adeus”"Se Deus quiser", ou "Deus proíba" era sujeita a multa.

Para terminar, os padres eram "registrados": alguns estados (México é uma república federal) exigiam que eles jurassem não para converter, outros tentavam mandá-los se casar se quisessem para continuar sua função! Monsenhor Carvana, o Núncio Apostólico, protestou. Em 12 de Maio de 1926 ele foi expulso. Por todo o país, figures públicas católicas eram assassinadas, garotas saindo da igreja eram raptadas, aprisionadas e estupradas. Monsenhor Curley, o Arcebispo de Baltimore, expressou sua indignação: "Calles persegue a igreja porque sabe que tem a aprovação de Roma. Nosso governo armou os assassinos de Calles. Nossa amizade encorajou-o em sua empresa abominável: destruir a ideia de Deus nas mentes e corações de milhões de mexicanos."

Em 28 de maio, Calles recebeu a Medalha de Mérito Maçônica das mãos do Grão-Mestre do Rito Escocês no México. Em 12 de julho, o seguinte comunicado apareceu na imprensa: "Maçonaria internacional aceita responsabilidade por tudo que está acontecendo no México, e está preparando-se para mobilizar todas as suas forças para a aplicação metódica, integral do programa para esse país."

Em 26 de julho, um lojista idoso foi friamente capturado por dois policiais em trajes civis. Seu crime? Em sua loja ele havia colocado um sinal com o comentário Viva Cristo Rey! Vida Longa ao Cristo Rei! Os mexicanos reagiam pacificamente à perseguição: eles boicotavam empresas estatais (aquisição de tabaco e o tráfego na estrada de ferro reduziu-se por 74%, e em apenas algumas semanas, o banco nacional sofreu uma perda de 7 milhões de pesos), e eles também circulavam uma petição de protesto assinada por 2 milhões (dentre uma população de 15 milhões).

       
                          Cristeros sendo fuzilados por ordem da Cabala.

Mas os Cristãos tem algo ainda melhor do que isso, eles têm orações, e o país foi entrecruzado por gigantescas procissões penitenciais: 10.000, 15.000 fiéis, descalços, coroados com espinhos, imploravam a Deus pelo seu país. Os poderes não podiam tolerar isso, e suas pesadas metralhadoras dispersavam as procissões, e os primeiros mártires caíam, cantando.

O LEVANTE
Em janeiro de 1927, o México Católico elevou: 20.000 combatentes (30.000 pelo fim do ano, e 50.000 em 1929); poucas armas (e uns poucos rifles e carabinas, mas principalmente machadinhas e às vezes simplesmente paus), poucos cavalos, mas todas as pessoas os apoiando, oferecendo seu dinheiro e necessidades. Um camponês Cristero relatava como eles começavam com canções e orações em seus lábios: "Nós éramos 1.000, depois 5.000, e então mais! Todos começaram como se fosse para a colheita.... Nós pretendíamos firmemente morrer, irados ou não, mas morrer para Cristo."

             
"For Greater Glory" (vide no final), um raro filme francamente pró-católico com excelente qualidade de produção. Foi um sucesso no México, mas teve uma recepção silenciada nos EUA.

Contra eles havia 100 colunas móveis de 1.000 homens cada, verdadeiras "colunas infernais" financiadas pelos EUA (carros blindados leves, tratores de artilharia, aeronaves de combate...). Os primeiros conflitos foram massacres sangrentos. Um oficial de Calles escreveu: "Eles estão mais para peregrinos do que soldados. Isso não é uma campanha militar, é uma reunião de caça!" O próprio presidente predisse: "Serão aniquilados em menos de dois meses."

Mas quando um romeiro pega em armas, se torna um cruzado! Os Cristeros eram capazes de se equiparem a partir do adversário, beneficiando-se de sua covardia ou corrupção. Os "federais" estavam mais para saqueadores, bêbados com tequila e maconha, do que para soldados dignos do nome. Em 15 de março de 1927, eles foram derrotados em San Julian; em Puerto Obristo, caíram 600 mortos. Em novembro, o adido militar dos EUA começou a se preocupar com o sucesso dos"fanáticos", 40% dos quais estavam agora equipados com excelentes Mausersrecuperadas do inimigo. Como era possível?

            
Mauser é o nome comum para a fabricante alemã de armas Mauser-Werke Oberndorf Waffensysteme GmbH.

O MISTÉRIO DA INIQÜIDADE
O ano de 1928 foi terrível: as colunas infernais haviam recebido a ordem de deportar a população rural para "campos de concentração" onde a fome e a epidemia dizimava-os. Na mínima demonstração de resistência, os federados os massacrariam. Colheitas e rebanhos eram desapropriados, pasto queimado, e aldeias destruídas pelos milhares. Apesar de sua política de terra queimada, os Cristeros ficaram firmes como os macabeus contemporâneos.

           
Proibição de culto católico. O cartaz do santuário anuncia: "Ele não está aqui."

Em 1929, o governo renunciou a sua política de governar o campo. Três-quartos do inabitável México estavam nas mãos das tropas de Cristo Rei, a vitória estava no alcance, especialmente como o desperdício no México era lutar uns contra os outros, e nos EUA, Hoover, que não era um maçom, foi eleito! Então eles aprenderam que as negociações secretas entre o governo Mexicano e o Vaticano resultaram em um acordo. Em 21 de junho, o episcopado mexicano (exceto um de seus membros, Sua Excelência Jose de Jesus Manriquez y Zarate) assinou uma "resolução" sobre o conflito com o poder governante em bases "negociadas" por um Jesuíta norte-americano, Padre Walsh. O acordo contemplaria: (1) imediato e incondicional cessar-fogo; (2) o reinício do culto público iniciando no dia seguinte (22 de junho).

Isso era tudo. Restauraram-nos até a mesma situação que prevalecia em 1926 com todas as leis anti-católicas então em efeito, incluindo o registro dos padres! No texto, os Cristeros são chamados de fanáticos dirigidos por uns padres de segunda classe; sua revolta era um erro, uma imprudência, mesmo um pecado: eles devem renunciar suas armas sob pena de excomunhão...

TRAIÇÃO DO VATICANO

Enrique Gorostieta Velarde, comandante-chefe dos Cristeros, dirigiu-se a suas tropas com voz enlutada:

"Sua Santidade o Papa, pelo intermediário do mais excelente Núncio Apostólico, decidiu, por razões as quais são desconhecidas por nós, mas que, como Católicos, aceitamos, que o culto público será reiniciado amanhã sem que a lei seja alterada…Esse arranjo…conseguido com nosso esforço que é o mais nobre e mais santo sob nossa bandeira, no momento em que a Igreja declarou que ela renunciará ao que ela obteve... Conseqüentemente, a Guarda Nacional assume a responsabilidade pelo conflito.... Quanto a nós como homens, nós temos uma satisfação que ninguém pode tirar de nós: a Guarda Nacional não desaparece derrotada pelos seus inimigos, mas abandonada por aqueles que eram para ser os primeiros a receber o fruto de nossos sacrifícios e abnegação! Salve, Cristo! Aqueles que para o Senhor estão se humilhando, ao exílio, e talvez, a uma morte inglória... com o mais fervente amor saudamos o Senhor, e uma vez mais proclamamos que o Senhor é o Rei de nosso país."

Seis mil Cristeros obedeceram e foram imediatamente massacrados. Em 3 dias, eles haviam perdido 5.000 homens em combate! O episcopado mexicano decretou a excomunhão dos padres Cristeros, mas aqueles que não haviam sido mortos durante a guerra (180) já haviam sido martirizados... Tudo foi perdido.


Cristeros pendurados em postes telegráficos em Jalisco, México.

O novo presidente, o advogado maçom Fortes Gil, regozijou-se. No banquete do solstício de verão, ele reconheceu seu assombro com a capitulação incondicional de um exército vitorioso, e sua intenção para continuar a luta: "A luta não começou ontem. A luta é eterna. A luta começou 20 séculos atrás." Realmente, mas a novidade era que o Vaticano não estava no lado correto.

A Franco-maçonaria, condenada por todos os papas desde o século XVIII (Clemente XII, em 1738) até o fim do século XIX (em 1892, Leão XIII igualou a Franco-maçonaria ao Satanismo), infiltrou-se na Igreja nos altos postos da hierarquia: Não foram G. della Chiesa (o futuro Bento XV) e A. Ratti (o futuro Pio XI) os "recomendados" do Cardeal Rampolla? Em 1926, não foi Pio XI que condenou a Ação Franceça em concordância com os desejos da seita? Em 1928, não foi o Padre Vallet expulso da Espanha e seu trabalho suprimido por uma hierarquia que preferiu favorecer a Opus Dei?

Quando, de 1934 a 1937, uma nova Cristiada foi lançada, Pio XI deixou o episcopado mexicano excomungar os Cristeros e então esperou até que eles fossem todos mortos antes de ousar escrever (em sua Carta ao Episcopado Mexicano, 1937):

“Quando o poder se eleva contra a justiça e a verdade... não se pode ver como alguém condenaria os cidadãos que unidos para defender a nação e a si mesmos – mesmo pelo uso das armas – contra aqueles que, por meios do poder do Estado, planeja sua desgraça.”

No mesmo ano, na Divini Redemptoris, ele culpava o Comunismo pelas atrocidades perpetradas contra os Cristãos no México... mas não mencionava a Franco-maçonaria (5).

             
Mikhail Markovich Borodin (09 de julho de 1884 - 29 de maio de 1951) era o pseudônimo de Mikhail Gruzenberg, um proeminente agente do Komintern. Borodin nasceu em uma família judia em Yanovich, localizado na moderna região de Vitebsk, Belarus. Se juntou ao partido bolchevique em 1903 e tornou-se um camarada de Vladimir Lênin em seus trabalhos subterrâneos.

Calles era um peão comunista como Fidel Castro posteriormente foi, ao mesmo tempo ele servia os banqueiros cabalistas em Wall Street. Eram idênticos.

"Sob Calles, o México se tornou o primeiro país no mundo a reconhecer a União Soviética, e a embaixada Soviética que foi estabelecida na Cidade do México progredia para ser uma das maiores no mundo e um centro-chave para a subversão, espionagem e terrorismo do NKVD/KGB por todas as Américas. Porém, ainda antes de Calles chegar ao poder em 1924, o novo regime Comunista em Moscou começou a exercitar sua influência no México. O ditador soviético Lênin enviou ao México o agente do Komintern Mikhail Borodin, em 1919, para coordenar um crescente movimento comunista-socialista que era pesadamente condimentado com elementos estrangeiros, a maioria dos quais intelectuais americanos e europeus.” (6)

Também, "Viva Cristo Rei! Os Cristeros Versus A Revolução Mexicana" (8), e exemplos de ataques da Maçonaria contra a Igreja: http://henrymakow.com/manitoba-bullies-children-who-dont-want-gay-sex.html e http://henrymakow.com/homosexual-insider-spills-the-beans.html.

Notas:
(1) http://henrymakow.com/the_genocide_you_never_hear_of.html
(2) http://www.thenewamerican.com/reviews/movies/item/11601-for-greater-glory-portrays-the-cristeros-fight-for-religious-freedom
(3) http://www.zenit.org/en/articles/the-cristero-war-the-story-behind-the-cover-up
(4) http://www.christianpost.com/news/american-family-association-condemns-army-presentation-labeling-evangelicals-catholics-as-extremist-93727/
(5) http://www.catholicapologetics.info/catholicteaching/history/cristero.htm
(6) http://www.thenewamerican.com/culture/history/item/11654-movie-on-cristeros-war-exposes-mexican-govts-anti-christian-campaign
(7) http://www.catholicculture.org/culture/library/view.cfm?recnum=7826
(8) http://www.catholicculture.org/culture/library/view.cfm?recnum=7826

Fonte: http://judaismoemaconaria.blogspot.com.br/2013/06/cristeros-resistencia-armada-contra.html

O filme com legendas em português recebe o nome de "Cristiada" e nenhuma referência sobre Maçonaria obviamente:
https://www.youtube.com/watch?v=-H_gXSgrMYs
“E não me digas que não queres combater; porque no instante mesmo em que mo dizes, estás combatendo; nem que ignoras para que lado te inclinares, porque no momento mesmo em que isso dizes, já te inclinaste para um lado; nem me afirmes que queres ser neutro, porque quando pensas sê-lo, já não o és; nem me assegures que permanecerás indiferente, porque te desprezarei, dado que, ao pronunciares essa palavra, já tomaste teu partido. Não te canses em buscar asilo seguro contra os açoites da guerra, porque te cansas em vão; essa guerra se expande tanto como o espaço, e se prolonga tanto como o tempo. Só na eternidade, pátria dos justos, podes encontrar descanso; porque só ali não há combate; não presumas, contudo, que se abram para ti as portas da eternidade se não mostras antes as cicatrizes que levas; aquelas portas não se abrem senão para os que combateram aqui os combates do Senhor gloriosamente, e para os que vão, como o Senhor, crucificados.”


Juan Donoso Cortés, Ensayo sobre el Catolicismo, Liberalismo y Socialismo.

Odeie a Igreja, o Cristianismo e o Evangelho, a Nova Ordem Mundial do Anticristo agradece.
Nota:
https://desatracado.blogspot.com.br/2015/06/cristeros-outro-crime-judaico-maconico.html
http://aguilaroca7.blogspot.com.br/2014/10/la-verdadera-guerra-cristera-el-general.html
1) http://henrymakow.com/the_genocide_you_never_hear_of.html
(2) http://www.thenewamerican.com/reviews/movies/item/11601-for-greater-glory-portrays-the-cristeros-fight-for-religious-freedom
(3) http://www.zenit.org/en/articles/the-cristero-war-the-story-behind-the-cover-up
(4) http://www.christianpost.com/news/american-family-association-condemns-army-presentation-labeling-evangelicals-catholics-as-extremist-93727/
(5) http://www.catholicapologetics.info/catholicteaching/history/cristero.htm
(6) http://www.thenewamerican.com/culture/history/item/11654-movie-on-cristeros-war-exposes-mexican-govts-anti-christian-campaign
(7) http://www.catholicculture.org/culture/library/view.cfm?recnum=7826
(8) http://www.catholicculture.org/culture/library/view.cfm?recnum=7826

Fonte: http://judaismoemaconaria.blogspot.com.br/2013/06/cristeros-resistencia-armada-contra.html